segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

A qualidade do Amor...

O amor fino não busca causa nem fruto. 
Se amo, porque me amam, tem o amor causa; 
se amo, para que me amem, tem fruto: 
e amor fino não há-de ter porquê nem para quê. 
Se amo, porque me amam, é obrigação, faço o que devo: 
se amo, para que me amem, é negociação, busco o que desejo. 
Pois como há-de amar o amor para ser fino? 
Amo, quia amo; amo, ut amem: amo, porque amo, e amo para amar. 
Quem ama porque o amam é agradecido. 
Quem ama, para que o amem, é interesseiro: 
quem ama, não porque o amam, 
nem para que o amem, só esse é fino.

(Padre António Vieira)


3 comentários:

  1. A carta de amor está sempre na hora de ser escrita...gostei!
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Grande Padre Antônio Vieira e grande amigo Joe.

    Forte abraço.

    ResponderEliminar
  3. SÓ O AMOR DÁ SENTIDO AS NOSSAS VIDAS.

    ResponderEliminar