domingo, 20 de junho de 2010

Para amenizar...



"Não fumo, não bebo e não cheiro. Só minto um pouco"
   (Tim Maia)



sexta-feira, 18 de junho de 2010

Óbito



Viva a obra...

Grande vulto da cultura portuguesa, primeiro e único 
Nobel da Literatura Portuguesa.
Escritor controverso que, por tal, ganhou amores e inimizades.
Mente crítica, ateu, criador de polémicas, que nos fez 
pensar na dualidade de certos dogmas da Igreja, 
sobretudo sobre como a mesma, com ensinamentos e promessas de bem-aventuranças eternas, não atendia, 
na maior parte das vezes, às dores e sofrimentos nesta vida na Terra.
Sempre foi uma pessoa que “se colocou todo em tudo o que fazia”, com opiniões próprias, de espírito livre, transparência e frontalidade.

Morreu o Homem. 
Fica o monumento, o legado da sua obra.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Parasitando...por aí


Agora, parasito por aí. 
E encontrei isto:


A Felicidade exige Valentia" (Fernando Pessoa)

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes mas, não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falencia. 

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e periodos de crise. 
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. 
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oasis no recôndito da sua alma. 
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da Vida. 
Ser feliz é ter medo dos próprios sentimentos. 
É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". 
É ter seguranca para receber uma crítica, mesmo que injusta. 
Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."
...
Agradeço a Deus, pois posso dizer: "EU SOU FELIZ!"

Mari



PS: Agora também posso dizer: "Eu sou feliz".
      Feliz por deixar de ser "verme";
      Antes prefiro "parasita".
(Clique no título A Felicidade exige Valentia" (Fernando Pessoa) para descobrir em que "Cantinho"
  andei "parasitando" )

quinta-feira, 10 de junho de 2010

10 de Junho...



Dia de Portugal
O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, celebrado a 10 de Junho, é o dia em que se assinala a morte de Luís Vaz de Camões em 1580, e também um feriado nacional de Portugal.
Durante o regime ditatorial do Estado Novo de 1933 até à Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974, era celebrado como o Dia da Raça: a raça portuguesa ou os portugueses.

Africanidades...

Contributos para compreender muito do étnico e tribal de África
O vídeo que se segue é longo, falado em inglês, mas 
quando escutado com atenção, dá para entender muito do 
que se tem passado na Nigéria.
Este vídeo merecia uma profunda tradução e o seu teor postado por escrito.
Espero que gostem.
Chimamanda Ngozi Adichie (Clique no nome para ir para a Wikipedia)

PS:
Dedico este post a todos aqueles que se interessam por
"Africanismo" (especialmente o cultural e étnico),
muito particularmente para a minha amiga Denise
no blog "Afro-Corporeidade "

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Alguém me disse: Vem...

E eu...
Que sou um "Menino"...
Fico à espera de crescer.
...
Então eu irei...
"Sem fantasias".
Se...

PS: Veja o convite no post "Uma poesia sem letra A", no blog "Meu cantinho de sonhar ";
       Para a música no post "Clip da semana dos namorados", no blog "Passeado pelo cotidiano ".

terça-feira, 8 de junho de 2010

Ainda as palavras...






Diferentemente dos animais, nós dispomos de uma forma de expressar o que vai na nossa alma: as palavras. É óbvio que, sendo a emoção um fenômeno com importante componente corporal, as palavras por si só não bastam para comunicá-las. E certamente são auxiliares valiosos. Mas, infelizmente, somos condicionados, desde cedo, a não falar sobre o que sentimos, principalmente se esse sentimento for percebido como algo que nos inferioriza...
(Continua)...
(Para continuara ler este texto clique duas vezes no título Expressao verbal das emoções...... para ver a origem do post)

(Texto do Dr. Marco Aurélio Dias da Silva no livro "Quem ama não adoece" )

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Palavras...

"Talvez elas  até saibam que só em silêncio se consegue sentir e consolar tristezas.”


Meras palavras...
Leva-as o vento...


Silêncio... que se vai cantar o fado!!!


Tudo passa... Tudo passará...

Saudades
Desde que se tenha algo bom guardado bem fundo
há sempre motivos para as saudades aparecerem.


Tal como o condor passa voando nos céus,
também as saudades virão e irão,
sempre com a mesma intenção.


No presente... a minha velha infância


Gigante

Eu sei pelo que vale a pena ficar.
É tão grande quanto a minha vontade.

Que haja verdade nas minha experiências
Mas, se um dia, eu descobrir que não houve,
Eu vou rir porque a gente tem que saber mentir.
Entao transmita o que for proveitoso ...

Meus sonhos estão por ai,
Meu destino está na minha mão,
E a minha 
mente é totalmente sagaz.

Minha
 alma é do tamanho do que tenho dentro de mim.
Então eu posso ser apenas um grão de areia
ou um grandioso Gigante.

(Natália Ferreira)

domingo, 6 de junho de 2010

Para quem gosta de rosas...

Rosas e espinhos...

Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou.
Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou, Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?
Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu.
Assim é com muitas pessoas.
Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas.
Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos.
Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e, consequentemente, isso morre.
Nós nunca percebemos o nosso potencial. Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas; Alguém mais deve mostrá-la a elas.
Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas.
Esta é a característica do amor -- olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas.
Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições.
Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, Elas superarão seus próprios espinhos.
Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.
(Autor Desconhecido)



sexta-feira, 4 de junho de 2010

A minha única salvação é a alegria...



Mas eu denuncio minha fraqueza...


Porque bateu em mim tamanha tristeza...





Há outra "almas" que também se sentíam assim:
" Tristeza inexplicável "

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Um pouco do que resta de nós...


Património Mundial: Ribeira Grande recebe hoje certificado da UNESCO

2010-06-02 11:23:54

A Ribeira Grande de Santiago, elevada a Património Mundial da Humanidade a 26 de Junho de 2009, recebe hoje o respectivo certificado da UNESCO, a ser entregue pelo ministro da Cultura brasileiro.

Juca Ferreira, na qualidade de presidente em exercício da Comissão do Património Cultural da UNESCO, chegou hoje de madrugada à Cidade da Praia para uma visita oficial de três dias, tendo previsto um encontro de trabalho com a homóloga cabo-verdiana, Fernanda Marques.


(Para ler ver o artigo completo, imagens e vídeos... clique no link que se segue: Cidade Velha )

terça-feira, 1 de junho de 2010