sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Para quem em mim pense...




Beijo Escondido
Entoas, no silêncio, um poema sem cessar

E persigo as palavras que soltas na calçada.
Desvendo, em cada sílaba, um segredo por revelar
E um beijo que lateja na boca coutada.

Sim, eras tu que, sem saber, me beijavas
E entregavas, ao vento, o tempo que sonhavas...

Sussurras, no silêncio, uma sóbria semibreve
E persigo o compasso que serena a madrugada.
Desvendo, em cada passo, um abraço puro e breve
E um beijo velado na boca vedada.

Sim, eras tu que, sem saber, me beijavas
E entregavas, ao vento, o tempo que sonhavas...

Texto de João Garcia Barreto

A canção pode ser escutada aqui

4 comentários:

  1. Eu pensei, li e deixo votos de fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo gesto...

    Voltarei... Regresse sempre ao Refúgio

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Ouvi também só depois.

    Bjs


    Tere

    ResponderEliminar