quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Males... generalizados?




Dei comigo a pensar em tudo o que já me satura e não consigo suportar, apesar da minha imensa paciência.
E assim deixei o pensamento correr pelas mais diversas áreas, tendo depois determinado as questões que designo como intoleráveis para 2010. Assim:

1. Não há pachorra para mais casos de comprovada corrupção de políticos, ex-ministros, árbitros e outros, que após vários anos de processos em tribunal, vêem os mesmos arquivados, ou conseguem a total absolvição através de advogados (sempre os mesmos) principescamente pagos pelo dinheiro sujo que os seus clientes receberam e que motivou os tais processos;

2. Não há pachorra para mais casos de pseudo-concursos de televisão que, explorando a vontade de algumas pessoas em virem a ser estrelas, as expõem em intermináveis e variados programas de danças e cantigas de crianças e ainda outros, conseguindo horas baratas de emissão, receitas chorudas de publicidade e chamadas telefónicas, para além da exibição de júris de qualidade duvidosa, armados em doutos conhecedores das mais variadas matérias;

3. Não há pachorra para os "chico-espertos" que, intitulando-se astrólogos, cartomantes, etc., vão enganando os incautos e ganhando bem a vida, cobertos por jornais e televisões, neste último caso por vezes, pagas por todos nós;

4. Não há pachorra para os infames lucros nas bolsas, com acções a valerem o que não merecem, mas gerando ganhos para tantos jogadores improdutivos que aqui se governam, em vez de aplicarem os seus capitais em projectos válidos e tão necessários ao crescimento da nossa economia;

5. Não há pachorra para os representantes das confederações patronais, querendo convencer toda a gente que é insuportável para as empresas um aumento de 10 ou 15 €uros no salário mínimo nacional, esquecendo-se que num mero almoço familiar de domingo, gastarão mais do que os trabahadores com ordenado mínimo terão para se governarem durante todo o mês.

Mais haveria, mas para não tornar o post muito longo, por aqui me fico.

***
Clique no título "JÁ NÃO HÁ PACHORRA" para ver a origem do post.
Com os meus respeitosos cumprimentos e votos de BOM ANO, amigo Lopes.

4 comentários:

  1. Pensei que você estava falando do Brasil, Muito igual.
    Tudo é muito parecido, os salafrários só mudam o idioma ou a forma de falar.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  2. Nossa isso tudo é aí em Portugal é? quanta coincidência!!! Pelo visto só muda o endereço, os Patifes e suas Falcatruas são as mesmas! Nem um Vintem para estes tipos!!!Apoiado!!!

    ResponderEliminar
  3. First I want to congratulate you for this amazing blog!
    Want to know about shopping mall hotels and many more.
    Log On To http://www.whydubai.net

    We hope you like it. Please send us any feedback and help us improve the sites further.

    ResponderEliminar
  4. Já tinha tido oportunidade de ler este excelente post no blog original. Infelizmente, o nosso país cada vez está pior!
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar