segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Só ... POESIA !!!

Primeira livraria só de poesia nasce no Bairro Alto

lisboa - Hoje às 12:54

 Nasceu em Lisboa, esta segunda-feira, a primeira livraria dedicada em exclusivo à poesia. A “Poesia incompleta” propõe-se vender livros novos, raros e esgotados de centenas de poetas em mais de 20 línguas.

 Mário Guerra, o proprietário da nova livraria, que também se assume como empregado, leitor e «senhora da limpeza», explicou à TSF que a ideia de abrir um estabelecimento de venda exclusiva de poesia surgiu de uma «vontade de reunir no mesmo espaço a mais alta produção poética literária portuguesa e estrangeira».

Questionado sobre se se sente “louco” por apostar num espaço só de poesia, Mário Guerra ironizou que se fosse «maluco, teria ido trabalhar para o BPN», banco onde recentemente foram detectadas várias irregularidades.

O proprietário da “Poesia incompleta” esclareceu que decidiu avançar com o projecto de uma «forma o mais despretensiosa possível», mas também com ambição, já que a livraria «tem de se sustentar a si própria».

Mário Guerra defendeu ainda a lógica do seu projecto, lembrando a «quantidade de poesia» que existe em Portugal. «Se o hábito das pessoas passar por esta livraria, eu tenho o futuro dos meus bisnetos assegurado», acrescentou.

A “Poesia incompleta” situa-se no nº 11 na Rua Cecílio de Sousa, no Bairro Alto, entre a zona do Príncipe Real e a Praça de Flores, junto à Assembleia da República.

Sem comentários:

Publicar um comentário